Pular para o conteúdo

Domine as principais técnicas de tecelagem com sua Stoll

Com as máquinas de tricô eletrônicas da Stoll é possível produzir diversas peças com uma infinidade de técnicas de tecelagem.

As técnicas variam desde as mais simples e básicas, até aquelas com desenho mais complexos, texturas e pontos inimagináveis e aplicações incríveis.

As malhas produzidas em máquinas com pontos de espessura mais grossas têm um resultado incrível, parecendo que são feitas à mão.

Neste texto você confere as principais técnicas de tecelagem, tipos de fio de malha usados em malharia retilínea e várias dicas. Boa leitura!

Tipos de tecido de malha

Antes de falarmos especificamente da malha, vamos diferenciar os tipos de tecido e como eles são produzidos.

Eles podem ser divididos em três grupos:

Tecido plano: é produzido em tear. Formado pelo entrelaçamento perpendicular alternativo por dois grupos de fios (no mínimo), os de urdume e os de trama.

Não tecido: tem estrutura plana, flexível e porosa. Constituída de véu, manta de fibras ou filamentos orientados ou ao acaso. Consolidados por processo mecânico, fricção, e/ou químico como adesão e/ou térmico, coesão.

Tecido de malha: consiste na formação de laçadas de fios com ajuda de agulhas finas e pontiagudas. O entrelaçamento e a formação contínuos de novas laçadas produzem os tecidos de malha.

De maneira mais simples, podemos dizer que a malha é mais maleável, flexível, enquanto o tecido plano é rígido.

Diferente do tecido plano, a malha é composta de fios têxteis tramados na direção horizontal.

Tipos de fio de malha

Se você colocar a lupa sobre o tecido vai ver os fios como milhares de linhas na mesma direção. Aí está a explicação para a elasticidade e maleabilidade deste tipo de tecido.

No tecido de malha podem ser empregados diversos tipos de fios de malha, confira alguns deles:

Botoné: com efeitos de nozinhos no decorrer do fio.
Flame: tem partes com espessuras de cabos com filamentos mais espessos e partes mais finas.
Mescla: quando o fio é formado de cabos com mais de uma cor ou com tingimento de diferentes cores nos mesmos cabos.
Frise: possui ondulações nos cabos dando um efeito de volume no tecer da malha.
Chenile: possuem textura de pelos, com filamentos nos cabos, entrelaçados e cortados.
Diamante: possui um fio principal que é envolvido enrolando em sua volta por um cabo ou mais cabos.
Esponge: o fio é trabalhado de forma a ficar com cabos expandidos com folgas entre o retorcimento, de modo que quando se trabalha ele fica mais moldável e expandido.

Técnicas de malharia retilínea com Stoll

Existem diferentes tipos de malha, mesmo que o termo seja usado para se referir a um tecido específico.

Como vimos anteriormente, malhas e tecidos planos são artigos têxteis diferentes. Passam por procedimentos diferentes e apresentam características distintas.

Confira algumas técnicas de malharia retilínea com as máquinas da Stoll:

Jersey com técnica de inlay (W) inserção de fio independente

A Malha jersey é a mais simples de ser tecida, mas com inlay o tricot fica ainda mais inovador.

Jacquard

O Jacquard é uma técnica que serve para desenhar na malha com inúmeros padrões e cores. Além disso, é possível produzir em diversos tamanhos.

imagem ilustrativa da jacquard uma das técnicas de tecelagem

Intársia

A Intársia é um desenho ou blocos de cores tecidos em meia malha. Essa técnica possibilita que o tricot seja leve e tecnológico ao mesmo tempo.

exemplo de técnicas de tecelagem, na imagem é intársia

Na malharia retilínea não existem diferentes nomes para tipos de malhas tecidas em cada segmento.

O que difere é a matéria-prima utilizada, a montagem da peça no software de programação da máquina.

Além da tensão do fio quando está em tecimento, se há alguma mudança na peça por conta de processos externos (temperatura, vaporização, pressão etc.

E ainda, como esse produto será aplicado no mercado.

Por exemplo: o mesmo tecido técnico que é composto um cabedal de calçado, pode ser confeccionado o estofamento de um banco de avião.

Técnicas de tecelagem: domine as principais com a Paramalhas

Com décadas de expertise no ramo de máquinas para malharia, oferecemos apoio total desde a compra, manutenção, dúvidas básicas até consultoria de moda.

Vamos juntos, melhorar cada vez mais o desempenho da sua produção. Ficou com alguma dúvida?

Entre em contato com a nossa equipe!

Fonte: Um estudo do processo de desenvolvimento de produto no vestuário de moda na malharia retilínea no Brasil, por Laura Piccinini. Dissertação de Mestrado.

Leia mais

Preencha seus dados e ligamos para você

Domine as principais técnicas de tecelagem com sua Stoll

Alimentação de fio com bobinas separadas. Adequado para todos os tipos de máquinas de tricô ou para máquinas têxteis que requerem alimentação de fios com tensão constante.